quinta-feira, 15 de outubro de 2015

Uma Aurora Esquecida na FNAC da Barra


Por Gabriel Guimarães


Na noite desta quinta-feira, dia 15 de outubro de 2015, ocorreu, na livraria FNAC do Rio de Janeiro, o lançamento da história em quadrinhos "Aurora", criada pela dupla Felipe Folgosi e Klebs Júnior, e produzida a partir do financiamento colaborativo no Catarse. Após ter sido lançada inicialmente em São Paulo na semana passada com grande pompa, o evento em terras cariocas foi mais modesto e se restringiu a um seleto grupo de visitantes.

Iniciado há um ano atrás, em outubro de 2014, o projeto foi idealizado pelo ator Felipe Folgosi, fã confesso da arte sequencial desde criança e ator do SBT, com passagens ainda por Rede Globo e Record; e executado pelo desenhista Klebs Junior, autor da série "Pátria Armada" e diretor-geral do Instituto de Quadrinhos, que agencia artistas brasileiros para editoras estrangeiras. Interessada em apresentar uma trama envolvente com temática fantástica que remetesse aos quadrinhos de heróis que tanto lhes marcaram, a dupla desenvolveu uma estratégia para alcançar potenciais leitores ao abordar o projeto em diferentes frentes, apresentando-o em programas de televisão, entrevistas nas rádios e contínuas buscas por contato com blogueiros e sites especializados de quadrinhos, para, enfim, disponibilizar a proposta no Catarse, site de financiamento colaborativo.

Tendo sido bem-sucedida a campanha alguns meses após seu início, a produção efetiva da história foi posta em execução e, há pouco menos de uma semana, "Aurora" foi oficialmente lançada na Livraria Cultura. Contando com a presença de mídia especializada, como a equipe da revista "Mundo dos Super-Heróis", e de outros veículos de comunicação, como a TV Cultura, o evento foi um sucesso e teve bastante repercussão nas redes sociais. O mesmo, porém, não se repetiu no Rio de Janeiro, onde o público apareceu de forma bastante tímida, ainda que o evento tenha se estendido até o fechamento da livraria.

O público carioca, talvez desanimado com o trânsito caótico do fim de tarde ou, então, alheio ao evento por um desaviso nos meios de comunicação de maior circulação, esteve escasso, para dizer o mínimo. Apenas alguns poucos colaboradores do processo de financiamento compareceram, junto de alguns conhecidos e convidados dos autores. O site "Terra Zero" ainda esteve presente, também, para fazer uma matéria com os autores, tendo entrevistado Folgosi, o que deve ser disponibilizado nos próximos dias no site deles, que pode ser acessado aqui, contudo o saldo final do evento foi bem abaixo do seu potencial.

A divulgação do evento, majoritariamente realizada pelas mídias sociais,
acabou não surtindo o efeito esperado
A obra estará disponível na livraria FNAC em seu catálogo de títulos da nona arte e deve chegar ainda a algumas bancas de jornal ao redor do Brasil, seguindo o interesse dos autores em veicular o material nos pontos de venda mais marcantes da arte sequencial no mercado editorial brasileiro. Quem não teve como conferir o evento hoje, a oportunidade de conhecer a obra continua viva e, para quem quiser pegar o autógrafo dos autores na edição, já está confirmada a presença de ambos na Feira Internacional de Quadrinhos, de Belo Horizonte, que ocorrerá no final de segunda semana de novembro  (e que nós, do Quadrinhos Pra Quem Gosta, temos o orgulho de anunciar, desde já, que estaremos lá para fazer a cobertura do evento deste ano). O que nos resta, então, é prezar pela bela aurora que os quadrinhos nacionais vêm vivendo, e torcer, em especial no espaço carioca, para que não sejam mais esquecidas.

5 comentários:

Narciso Silva disse...

Na verdade quem desenhou e criou os conceitos foi Leno Carvalho ( e o projeto teve participação de artistas iniciantes na arte final de parte da revista.)

https://m.facebook.com/ljdecarvalho/

GG disse...

Muito bem acrescentado, Narciso! O Klebs Jr a quem foi creditada a execução do trabalho é o editor do Instituto dos Quadrinhos, empreendimento sediado em São Paulo, que conta com um grande número de artistas profissionais e em treinamento para produzir conteúdo de qualidade para o mercado nacional e estrangeiro. A arte, de fato, a colorização e as demais etapas subsequentes foram realizadas por pessoas agenciadas pelo Instituto, e isso realmente é importante ressaltar.

Agradecemos mais uma vez por compartilhar conosco sua consideração, e esperamos que continue acompanhando as postagens aqui do blog, sempre realizadas na medida do possível!

Sávio Morais Cristofoletti Desenhista disse...

Mano Gabriel, vim lhe dar os parabéns por seu trabalho e convidá-lo a acessar minha página de divulgação, eis o endereço → http://www.facebook.com/SavioChristiDesenhistaDivulgacao.

Bom, abraços e até mais então!

Sávio Morais Cristofoletti Desenhista disse...

Já possuo em minha coleção o n°. 1 de Pátria Armada e Aurora, pena que eu não consegui mais contato com o Klebs Junior e Felipe Folgosi após adquiri-las!

GG disse...

Obrigado, Sávio! Iremos conferir sua página, com certeza!

Certamente, haverá outras oportunidades para você confraternizar com o Klebs e o Felipe, eles são bastante solícitos. =)